Instantes

Se eu pudesse viver novamente a minha vida,
na próxima trataria de cometer mais erros.
Não tentaria ser tão perfeito, relaxaria mais.
Seria mais tolo ainda do que tenho sido;
na verdade, bem poucas coisas levaria a sério.
Seria menos higiênico. Correria mais riscos,
viajaria mais, contemplaria mais intardeceres,
subiria mais montanhas, nadaria mais rios.
Iria a mais lugares onde nunca fui,
tomaria mais sorvete e menos lentilha,
teria mais problemas reais e menos imaginários.
Eu fui uma dessas pessoas que viveu
sensata e produtivamente cada minuto da sua vida.
Claro que tive momentos de alegria.
Mas, se pudesse voltar a viver,
trataria de ter somente bons momentos.
Porque, se não sabem, disso é feito a vida,
só de momentos;
não percam o agora.
Eu era um daqueles que nunca ia a parte alguma
sem um termômetro, uma bolsa de água quente,
um guarda-chuva e um pára-quedas;
se voltasse a viver, viajaria mais leve.
Se eu pudesse voltar a viver,
começaria a andar descalço no começo da primavera
e continuaria assim até o fim do outono.
Daria mais voltas na minha rua,
contemplaria mais amanheceres
e brincaria com mais crianças,
se tivesse outra vez uma vida pela frente.
Mas, já viram, tenho 85 anos
e sei que estou morrendo.

Autoria discutível.
Poema atribuído ora a Jorge Luis Borges, ora a Nadine Stair.

11 comentários:

Iêda Klein disse...

Falk,
está maravilhosa sua combinação de verdes e marrons!!!!!!Um sonho de qualquer um!
A Isa também adorou e está mandando um beijão!

Catarina Ramos disse...

Ah Falk que linda mandala e que belo texto!

As cores estao tao bem conjugadas!!!

Beijim de alem-mar!

Andréa disse...

Belíssimo!!
Suas mandalas estão sempre perfeitas!

Ciliane Pereira disse...

Oi Falk!
Realmente o encontro foi muito animado, são esses momentos que fazem as coisas valerem a pena.. ^^
Essa sua mandala está belíssima, será que um dia vou fazer mandalas assim tão lindas e delicadas?
Beijinhos meu amigo!

Danikinha disse...

Adorei essa mandala.muito linda.
bjus,
dani

Mila Silveira disse...

Que poema mais lindo!!

A mandala nem precisa comentar né?rsrs

Bjos

Mila Silveira disse...

Que poema mais lindo!!

A mandala nem precisa comentar né?rsrs

Bjos

Sissa disse...

Falk que post bonito! Tanto a mandala quanto o poema são belíssimos!! parabéns!

Ah! Será que tem como vc mandar pra mim o diagrama dessa mandala? Não a conhecia e acho que vou da-la de lembrancinha na minha formatura.

Mais uma vez parabéns!
Bjos e boas dobras

Sissa disse...

Falk que post bonito! Tanto a mandala quanto o poema são belíssimos!! parabéns!

Ah! Será que tem como vc mandar pra mim o diagrama dessa mandala? Não a conhecia e acho que vou da-la de lembrancinha na minha formatura.

Mais uma vez parabéns!
Bjos e boas dobras

Menino Falk disse...

Oi! Tudo bem? Quero agradecê-las pela visita e pelo carinho. Obrigado! Fico feliz que tenham gostado da mandala. Infelizmente, eu não tenho o diagrama dela. Contudo, assim que eu o tiver, eu o compartilho com vocês. Beijos!

Cristiane Oliveira disse...

Olá Falk, conheci seu blog através da Isa.Estou iniciando nas dobras e quando vi seu trabalho nem quis saber como era pq achei muito difícil. Agora estou tentando algumas coisas.Acho que olhando bem da até pra tentar. Queria saber se vc da algum tratamento especial aos chaveiros, já que o uso pode danificar?
Bjs.Estou sempre por aqui.

MEU PAPEL É SER SUA COMPANHIA.
falkbrito@gmail.com