Minhas esquisitices me tornam único. Tenho os pensamentos adormecidos no infinito. Não sou fácil de entender, nem quero ser. Não me importo de ver verdades cortantes em mim. Enquanto eu não mudar de opinião, ficarei próximo das minhas certezas. Eu sei permanecer. Mudo apenas para ser. Respiro melhor dentro das palavras. Na falta de palavras, deixo reticências.
Falk Brito

6 comentários:

Susi disse...

De sua autoria?

Drih Yokoyama disse...

Adorei...
acredita que eu me vi nas suas palavras?!
parabéns

THAMIRIS disse...

Sempre bom passar por aqui!

Um forte abraço!
(◡‿◡✿)

Falk Brito disse...

Susi, Drih e Thamiris, muito obrigado pela visita e pelo carinho. Gosto muito de escrever e fiquei muito feliz ao saber que gostaram do meu texto. Beijos!

Laély disse...

Lembrando que, para "permancer", às vezes precisamos saber a hora de "mudar".
Eu também, sou cheia de reticências...
(Falk: eu gostei de ver um pedacinho de você!)
Abraço e boa semana!

Falk Brito disse...

Laély, entre e fique a vontade. É sempre bom recebê-la em minha morada. Obrigado pelo carinho. Volte sempre. Beijos!

MEU PAPEL É SER SUA COMPANHIA.
falkbrito@gmail.com